Advertisement
Usuarios
Zona Socios
Zona de Cooperación
EspañolEnglishPortuguês
Azores Occidental y Central
Geografía
Cómo llegar
Alojamientos
Servicios Turísticos
Consejos para Venir
Historia
Municipios
Puntos de Interés
Mapa
Álbum Fotográfico
Herencia Natural
Herencia Cultural
Productos Locales
Guía de Empresas
Enlaces de la Región
Senderos PDF Print E-mail

 

Os percursos pedestres, existentes em todas as ilhas, permitem e possibilitam o contacto directo com as espécies de fauna e da flora local.

O pedestrianismo constitui um complemento ao desenvolvimento de novas modalidades de oferta turística em espaço rural, apresentando-se como instrumento de conhecimento do território, de recuperação de áreas degradadas, de diversificação turística, de recuperação do património e de ordenamento do território.

A recuperação de antigos caminhos rurais, no sentido de dotá-los com condições que permitam a sua classificação como trilhos pedestres inseridos numa rede regional, constitui mais uma valia para o desenvolvimento económico do território, na vertente turística.

Os percursos pedestres da Região, independentemente do seu carácter público ou privado, são classificados como pequenas rotas e grandes rotas. Consideram-se pequenas rotas os percursos com extensão inferior a 30 km e grandes rotas os restantes, que podem ser constituídas pelo conjunto de várias pequenas rotas.

Os percursos que começam e terminam no mesmo sítio designam-se, de acordo com o critério do número anterior, por pequenas rotas circulares e grandes rotas circulares.

As rotas são identificadas pela atribuição de um código sequencial, de acordo com as regras a adoptar por portaria do membro do Governo Regional competente em matéria de turismo.

Os percursos pedestres são identificados por forma que os utentes, à partida, tenham conhecimento da realidade que vão encontrar, nomeadamente as características da zona envolvente, os aspectos naturais, culturais e sociais, a extensão, a duração aproximada, os obstáculos, o grau de dificuldade, a perigosidade e a avaliação global.

A sinalização dos percursos processa-se através de painéis informativos, placas indicativas e placas informativas e de sinalética auxiliar. Os painéis informativos são colocados no início de cada percurso, contendo o esquema do mesmo, a duração aproximada, os obstáculos, o grau de dificuldade, a perigosidade, informações dos locais por onde passa, designadamente os aspectos naturais, culturais e sociais, bem como a sua avaliação global.

As placas indicativas são colocadas no início de cada percurso e contêm o código do percurso, a extensão e a direcção a seguir. As placas informativas são colocadas nos locais do percurso em que se justifique e contêm referências complementares das mencionadas no artigo anterior.

A sinalética auxiliar é colocada nos locais em que se justifique, de forma a facilitar a progressão e a orientação dos utentes, indicando a direcção da continuação do trajecto.

A criação e utilização de percursos pedestres que atravessem áreas protegidas e classificadas ambientalmente, reservas florestais de recreio ou reservas florestais naturais, integrais e parciais, ficam sujeitas às normas constantes dos diplomas que as criam e à regulamentação a aprovar por portaria do membro do Governo que tutela a respectiva área de jurisdição.

Ilha

 

Designação

 

Circuito

 

Santa Maria

 

PR1 SMA

 

Baía de S. Lourenço

 

Santa Maria

 

PR2 SMA

 

Pico Alto – S. Pedro

 

Santa Maria

 

PR3 SMA

 

Stª Bárbara

 

São Miguel

 

PRC1 SMI

 

Lombadas – Pico da Vela – Monte Escuro - Lombadas

 

São Miguel

 

PRC2 SMI

 

Praia – Lagoa do Fogo - Praia

 

São Miguel

 

PR3 SMI

 

Vista do Rei – Sete Cidades

 

São Miguel

 

PR4 SMI

 

Mata do Canário – Sete Cidades

 

São Miguel

 

PRC5 SMI

 

Serra Devassa

 

São Miguel

 

PRC6 SMI

 

Lagoa das Furnas

 

São Miguel

 

PR7 SMI

 

Algarvia – Pico Redondo – Pico da Vara

 

São Miguel

 

PR9 SMI

 

Faial da terra – Salto do Prego

 

São Miguel

 

PR10 SMI

 

Gaiteira – Ribeira Quente (Lobeira)

 

São Miguel

 

PR11 SMI

 

Ribeira do Faial

 

São Miguel

 

PR12 SMI

 

Agrião – Garajau – Ribeira Quente

 

Terceira

 

PR1 TER

 

Pico da Bagacina – Rocha do Chambre – Algar do Carvão

 

Terceira

 

PR2 TER

 

Alagadiços – Terra Brava – Algar do Carvão

 

Terceira

 

PRC3 TER

 

Serreta – Lagoínha - Serreta

 

Terceira

 

PRC4 TER

 

Monte Brasil

 

Graciosa

 

PR1 GRA

 

Serra Branca - Praia

 

Graciosa

 

PRC2 GRA

 

Volta à Caldeira – Furna do Enxofre

 

São Jorge

 

PR1 SJO

 

Serra do Topo – Caldeira do Stº Cristo – Fajã dos Cubres

 

São Jorge

 

PR2 SJO

 

Serra do Topo – Fajã dos Vimes

 

São Jorge

 

PR3 SJO

 

Fajã dos Vimes – Lourais – Fajã de S. João

 

São Jorge

 

PR4 SJO

 

Pico das Caldeirinhas – Pico da Esperança – Fajã do Ouvidor

 

Pico

 

PR1 PIC

 

Caminhos de Stº Luzia

 

Pico

 

PR3 PIC

 

Porto do Calhau – Farol da Manhenha

 

Pico

 

PR4 PIC

 

Montanha

 

Pico

 

PR5 PIC

 

Vinhas da Criação Velha

 

Faial

 

PR1 FAI

 

Trupes – Vulcão dos Capelinhos

 

Faial

 

PR3 FAI

 

Caldeira - Levadas

 

Faial

 

PRC4 FAI

 

Caldeira

 

Flores

 

PR1 FLO

 

Ponta Delgada – Fajã Grande

 

Flores

 

PR2 FLO

 

Lajedo – Fajãzinha – Fajã grande

 

Flores

 

PR3 FLO

 

Miradouro das lagoas – Fajã Grande

 

Flores

 

PR4 FLO

 

Fajã do Lopo Vaz