Advertisement
Usuarios
Zona Socios
Zona de Cooperación
EspañolEnglishPortuguês
Isla de San Miguel
Geografía
Cómo llegar
Alojamientos
Servicios Turísticos
Consejos para Venir
Historia
Municipios
Puntos de Interés
Mapa
Álbum Fotográfico
Herencia Natural
Herencia Cultural
Productos Locales
Guía de Empresas
Enlaces de la Región
Municipios PDF Print E-mail

El territorio de ASDEPR constituido por cinco de los seis municipios de la Isla de San Miguel:  Lagoa, Vila Franca do Campo, Povoação, Nordeste e Ribeira Grande.


Lagoa

O Concelho de Lagoa, o mais pequeno da Ilha, situa-se no centro da costa sul da Ilha de São Miguel. Dispõe de uma área de 45,5 Km2, sendo constituído por 5 freguesias.

É um dos mais industrializados concelhos da Ilha, onde além da agro-pecuária e pescas, existem as indústrias da cal, óleos, rações, metalomecânica, serragem de madeiras, central de betonagem, tintas e móveis.

Sugestões

Não deixe de passar pelo lugar da Caloura, em Água de Pau, considerado o ex-líbris do concelho, com as suas vinhas, porto de pescadores e convento, não deixando de visitar o Centro Cultural da Caloura.

Pontos de Interesse

Complexo Municipal de Piscinas

Situado na Vila da Lagoa, é muito apreciado e procurado, sobretudo no Verão, inclui piscinas naturais e construídas, dispondo de todas as infraestruturas de apoio necessárias.

Fábrica de Cerâmica Vieira

Fábrica de louça da Lagoa, localizada na Vila da Lagoa, embora disponha de máquinas eléctricas no seu fabrico, envolve ainda processos artesanais, incluindo a modelagem a pintura e a secagem ao sol. São produzidas diversas peças, como cinzeiros, tijelas, boiões, jarras, serviços de chá e café, entre outras, pintadas a azul sobre o vidrado branco.

Núcleos Museológicos “Oficina de Tanoaria” e “Tenda do Ferreiro”

Localizam-se na Vila da Lagoa. Neles podemos encontrar diversos utensílios de tanoaria e de ferraria.

Museu do Presépio Açoriano

Encontra-se na Câmara Municipal de Lagoa.

Engloba a diversidade e especificidade da produção dos “bonecreiros da Lagoa”, desenvolvida por artesãos locais. Podemos encontrar, no presépio, as práticas e costumes ancestrais, bem como as actuais, da sociedade açoriana.

Quintal Etnográfico, Museu Agrícola e Jardim Botânico

Situados na freguesia da Ribeira Chã.

Dispõe de espaços e equipamentos característicos da sociedade rural dos inícios e meados do séc. XX. Além das tendas do sapateiro, do marceneiro e da barbearia, existe ainda o cafuão (para secagem do milho), o curral, o galinheiro, a adega.

O Museu apresenta uma colecção de alfaias agrícolas usadas ao longo dos tempos e um “pisão” original usado na “granagem” do pastel.

No Jardim Botânico podemos encontrar exemplares da flora endémica da Região, ervas aromáticas, plantas medicinais, bem como os diferentes ciclos históricos de culturas (trigo, pastel, linho, laranja, etc.)

Museu de Arte Sacra e Etnografia

Localizada na freguesia da Ribeira Chã. Dispõe de peças de grande valor histórico e artístico.

Igreja Matriz de Santa Cruz

Situada na freguesia com o mesmo nome, é a Igreja Matriz da Lagoa.

Destaque para as abóbadas manuelinas da capela-mor e da capela do Santíssimo, e para o púlpito com notável baldaquino barroco.

Convento dos Franciscanos

Localizado na Vila da Lagoa. Na Igreja de Santo António temos um bom exemplo do barroco açoriano, a fachada profusamente decorada, a boa talha do altar-mor e uma valiosa imagem da senhora da Conceição.

Paços do Concelho

Edifício austero, sem torre e com escadaria exterior, recentemente ampliado. Inclui um auditório, um centro de documentação e o Museu do Presépio Açoriano.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário

Podemos encontrá-la no centro da Vila da Lagoa. Destaque para um notável conjunto escultórico de Machado de castro e uma primorosa naveta de prata cinzelada.

Ermida Nossa Senhora da Guia

Tem belos azulejas polícromos e elementos simbólicos em pedra, além de uma imagem de São José.


Vila Franca do Campo

O Concelho de Vila Franca do Campo ocupa a metade sul da zona central da Ilha de São Miguel, com uma área de 72 Km2, distribuídos por 5 freguesias.

Vila Franca foi a primeira capital da Ilha, sendo detentora de um rico e diversificado património cultural e é, actualmente, um dos principais centros turísticos da Região.

Sugestões

Encontrando-se Vila Franca virada para o mar e tendo com património natural a beleza do seu litoral e a Reserva Natural do Ilhéu de Vila Franca em frente, sugere-se um passeio de barco ao Ilhéu e ao longo da sua costa.

Na zona costeira do Concelho existem diversas praias, como a Praia do corpo Santo ou de Água d’Alto, a Prainha, a praia Grande, a Praia do Degredo e a da Vinha d’Areia.

Sugere-se igualmente uma visita à Praia da Amora, na freguesia da Ponta Garça, com acesso por um caminho pedestre.

Pontos de Interesse

Ermida de Nossa Senhora da Paz

Autêntico Santuário Mariano construído no cimo do monte sobranceiro a Vila Franca, onde podemos desfrutar de uma magnífica vista sobre a Vila e o seu Ilhéu.

Reserva Natural do Ilhéu de Vila Franca do Campo

Dista cerca de 1 Km da Vila, abrange 6,2 hectares e tem uma altitude máxima de 62 metros.

Local ideal para observação submarina e importante área de nidificação e de passagem de aves migratórias.

Dispõe de uma piscina natural no seu interior, com acesso de barco, nos meses de Verão, a partir do cais de Vila Franca.

Parque Florestal do Cerrado dos Bezerros

Situa-se na estrada que liga Vila Franca às Furnas.

Dispõe de boas infraestruturas de apoio para merendas e churrasco e equipamento de recreio infantil, sendo um local ideal para momentos de lazer muito procurado nos meses de verão.

Museu Municipal

Nele podemos encontrar diversas peças da etnografia local, com destaque para a olaria, de grande tradição em Vila Franca.

Olarias

À entrada da Vila podemos encontrar três olarias (ou tendas), onde se pode adquirir louças de barro, e dois núcleos museológicos: a Olaria do Mestre António Batata e o forno colectivo de cerâmica.

Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo

De estilo gótico, construída no séc. XVI após a destruição da Matriz primitiva em 1522. Na sua torre sineira encontra-se um grande sino ornamentado datado de 1555, o mais antigo da Ilha.

Igreja e Hospital da Santa Casa da Misericórdia

A Igreja do Espírito Santo tem uma capela ao Senhor Bom Jesus da Pedra, imagem de secular veneração.

Possui uma vasta colecção de capas bordadas da imagem do Senhor da Pedra.

Paços do Concelho

Datado de 1777. Dispõe de uma escadaria exterior e de uma torre sineira com relógio.

Convento de Santo André

Com uma fachada muito simples, de pórtico gótico.

Aqui nasceram como especialidade da doçaria conventual as famosas “Queijadas da Vila”, cuja receita há séculos se transmite familiarmente de geração em geração.

Igreja e Convento de São Francisco

Situa-se à entrada de Vila Franca do Campo, para quem vem da Lagoa.

O Convento foi transformado em pousada, coexistindo com um núcleo museológico de arte sacra e mapas antigos.

Igreja de São Pedro

Templo barroco, de interior octogonal, tem uma imagem de São Pedro quinhentista em pedra de Ançã na fachada.

Ermida de Santa Catarina

Situada à beira-mar, é a mais antiga da Vila, anterior a 1522.

A sua fachada tem um magnífico trabalho de cantaria. Nas suas imediações encontra-se a estátua do Infante D. Henrique.

Povoação

O Concelho de Povoação localiza-se na costa sudeste da Ilha de São Miguel. Tem uma área de 110,32 Km2, sendo constituído por 6 freguesias. É o mais jovem concelho da Ilha, tendo sido crido por decreto de D. Maria II em 1839.

Foi na povoação que desembarcaram os primeiros habitantes, daí a origem do seu nome.

A sua paisagem é caracterizada por íngremes escarpas cobertas de verde, matas de criptomérias, pastagens e a flora endémica açoriana.

Sugestões

Destaque para o Vale das Furnas, uma das maiores hidrópoles do mundo, com 22 qualidades de água minero-medicinais classificadas.

 

 

 

 

 

 

Pontos de Interesse

Lagoa das Furnas

Uma das mais belas caldeiras açorianas, que constitui um dos maiores cartazes turísticos dos Açores.

Junto à Lagoa das Furnas, visite a zona das Caldeiras, que constitui uma autêntica “cozinha natural” onde se confecciona o famoso "cozido nas caldeiras", aproveitando o calor da terra.

Ermida José do Canto

Nas margens da Lagoa das Furnas, temos a Ermida José do Canto de estilo gótico, com lindos vitrais, talha em carvalho e um sino.

Caldeiras

As Caldeiras são uma zona de vulcanismo activo, onde de várias bocas brotam géiseres de água fervente e lamas medicinais e onde existe, igualmente, uma grande diversidade de bicas com águas minero-medicinais de diversos sabores e temperatura.

Estação Termal

Faz o aproveitamento medicinal das lamas e águas termais.

Dispõe de instalações e equipamento adequados, bem como de assistência permanente de um médico especialista.

Parque Terra Nostra

Anexo ao Hotel com o mesmo nome, constitui um dos mais belos jardins da Ilha, com caminhos, canais e lagos, flora exótica de países tropicais e de países frios e árvores seculares de grande valor botânico.

Tem também uma piscina, onde se pode tomar um relaxante banho de água quente férrea.

Parque Florestal das Furnas

Viveiro de plantas ornamentais, que tem também um posto aquícola para a criação de trutas que irão povoar muitas das lagoas e ribeiras de São Miguel. Tem ainda veados, pavões e faisões.

Miradouro do Pico do Ferro

Dele se vislumbra toda a deslumbrante beleza do Vale das Furnas e da sua Lagoa.

Miradouro do Pico Longo

À saída da Povoação, a caminho do Nordeste, onde podemos desfrutar de uma bonita vista sobre a Povoação e as suas sete lombas.

Ribeira Quente

A cerca de 6 Km da freguesia das Furnas, situa-se a freguesia piscatória da Ribeira Quente, com a sua Praia do Fogo, cujas águas se encontram quentes em algumas zonas, devido à existência de fenómenos de vulcanismo activo submarino.

Ermida de Santa Bárbara

Fica na Lomba do Carro, sendo considerado o templo mais antigo da Ilha, cuja construção remonta ao séc. XV, e reconstruída em 1894.

Matriz Velha

Construída à beira-mar junto à praia onde desembarcaram os primeiros povoadores de são Miguel. São interessantes a fachada e o pórtico lateral, bem como a talha e a imagem da padroeira.

Paços do Concelho

Edifício classificado de valor patrimonial de interesse colectivo.


Nordeste

Situa-se no extremo oriental, abrangendo a costa norte/nordeste da Ilha de São Miguel. Ocupa uma área de 101 Km2, para um total de 7 freguesias.

Apresenta uma topografia muito acidentada, com altas montanhas e profundas grotas.

É o concelho mais florido dos Açores.

Sugestões

Sugere-se a subida a pé à maior elevação da Ilha, o Pico da Vara com 1.105 metros, num passeio de 1,5 a 2 horas. Por se tratar de uma Reserva Natural Florestal sujeita a um regulamento de utilização próprio, a sua escalada carece de prévia autorização, a emitir pela Direcção Regional dos Recursos Florestais.

Durante o passeio é possível desfrutar de um contacto íntimo com a natureza no seu estado primitivo. No seu alto podemos contemplar toda a região oriental da Ilha.

Pontos de Interesse

Parque Florestal da Vila de Nordeste

Situado no Poceirão, possui gamos e animais exóticos, parque infantil e de merendas.

Parque Florestal da Cancela do Cinzeiro

Na freguesia da Pedreira, com as suas zonas de viveiros de plantas junto a áreas de lazer e parque infantil.

Miradouro da Ponta do Sossego

Zona cuidada e muito florida sobranceira ao mar e local ideal para um piquenique, à saída do Concelho de Nordeste a caminho da Povoação.

Miradouro da Ponta da Madrugada

Situa-se um pouco mais à frente da Ponta do Sossego. Encontra-se no cimo de uma falésia de densa vegetação, de onde se pode avistar, em baixo, a Praia do Lombo Gordo. É o local ideal para ver o nascer do sol.

Praia do Lombo Gordo

Para lá chegarmos, descemos por uma sinuosa estrada de hortênsias, palmeiras e conteiras e atravessamos duas ribeiras até ao estacionamento para os carros. Segue-se depois a pé com a água a cair em cascata pelo caminho e passa-se ainda uma ponte sobre a ribeira até chegar à praia.

Miradouro da Vista dos Barcos

Primeiro local onde se avistavam os barcos que vinham de Oriente. Localiza-se a seguir à Vila de Nordeste, seguindo pelo sul.

Miradouro e Farol do Arnel

Próximos da Vila de Nordeste. Do miradouro temos uma bonita vista sobre a costa e sobre o farol, o primeiro e maior dos Açores.

Miradouro do Salto da Farinha

Próximo da freguesia a Salga. Dele se pode avistar uma grande cascata de águas férreas.

Miradouro da Pedra dos Estorninhos

Depois do Salto de Farinha, mais à frente descemos a pé em direcção ao mar. Dispõe de uma ampla e bonita vista sobre o mar e zona de piqueniques.

Pico Bartolomeu

Ao longo da sua subida podemos desfrutar de uma imponente paisagem.

Serra da Tronqueira

Do seu miradouro podemos observar toda a grandiosidade da bacia hidrográfica da Ribeira do Guilherme e as mais puras e mais bem conservadas manchas de laurissilva da Região. Este é o último reduto do Priôlo.

Ribeira do Guilherme

Situada num vale, numa das suas margens, vemos o Jardim Botânico da Ribeira do Guilherme, envolvido por um outro jardim dotado de cascatas, um lago de cisnes e um moinho recuperado. No troço final da Ribeira do Guilherme, na Boca da Ribeira, situa-se o Parque de Campismo e uma piscina de água salgada, aos quais temos acesso por uma estrada inclinada.

Cascata da Achada

Onde duas quedas de água se unem, formando um único caudal, que passa sob a estrada. Do outro lado da estrada existe uma pequena zona de lazer ajardinada, com moinhos recuperados e um espaço para merendas.

Ponte do Nordeste

Edificada em 1882, mesmo no centro da Vila. Com os seus sete arcos e uma balaustrada de ferro, é uma das maiores e mais belas da Ilha.

Igreja Matriz de São Jorge

Destruída em 1522 e reconstruída no séc. XVIII. No seu interior é sugestiva a alternância de cor do basalto nas pilastras das três naves. Conserva imagens do antigo convento franciscano, entra as quais uma imagem quinhentista do orago.

Paços do Concelho

Um bom exemplo de arquitectura civil oitocentista.

Museu do Nordeste

Museu etnográfico, com objectos tradicionais agrícolas, uma cozinha tradicional, olaria de Vila Franca, loiça de Lagoa, trajes tradicionais, tear e trabalhos em linho, telhas antigas e uma secção de Arte Sacra.

Casa de Trabalho de Nordeste

É a maior e mais representativa de São Miguel, onde se ensinam ofícios tradicionais como os bordados, tapetes, colchas e mantas de tear manual em lã, linho e retalhos.


Ribeira Grande

Situado na costa norte, é o concelho mais plano da Ilha, com 179,5 Km2 e 14 freguesias. É o segundo pólo de desenvolvimento de São Miguel, onde se encontra igualmente a sua segunda cidade. Neste concelho encontram-se as únicas duas plantações e fábricas de chá da Europa. O seu litoral é muito recortado, com algumas praias entre as altas arribas.


Sugestões

Visite a freguesia de Rabo de Peixe, o centro pesqueiro mais importante e característico da Ilha e um dos poucos da costa norte. É também uma das freguesias mais populosas da Ilha.

Pontos de Interesse

Lagoa do Fogo

Do miradouro do Pico do Fogo podemos desfrutar de uma magnífica vista sobre a Lagoa do Fogo, uma das mais belas da Ilha.

Caldeira Velha

Nascente de água termal que corre em cascata para uma piscina natural, onde se pode tomar um banho de água quente férrea.

Caldeiras da Ribeira Grande

A curta distância da cidade, as Caldeiras é um lugar de manifestações de vulcanismo activo, onde é feito um cozido semelhante ao das Furnas.

Salto do Cabrito

Bonita queda de água com 38 metros.

Vale das Lombadas

Seguindo pela estrada das Caldeiras, fazemos um desvio para as Lombadas, com as suas nascentes de águas termais, onde nos deparamos com um verdadeiro espectáculo de verdejante vegetação.

Miradouro de Santa Iria

De onde podemos desfrutar de uma bonita vista sobre a costa norte da Ilha.

Ladeira Velha

Na estrada regional a caminho do Porto Formoso. Local de veraneio antes muito frequentado e de antigas termas medicinais.

Praia dos Moinhos

Muito procurada na época balnear, é uma das poucas praias da costa norte. Fica na freguesia do Porto Formoso.

Lagoa de São Brás

Depois de passarmos a freguesia de São Brás, encontramos à direita um desvio que nos conduz à Lagoa com o mesmo nome, a 700 metros de altitude, no meio de pastagens e matas. É pequena e pouco conhecida, mas proporciona um bonito percurso pedestre.

Fábrica de Chá Gorreana

A única que se manteve a laborar ininterruptamente, existindo desde 1883. Produz chá verde e três tipos de chá preto, muito apreciados pelo seu aroma e paladar.

Na visita à fábrica podemos ver o processo de fabrico dos diferentes tipos de chá e, no final, apreciar o seu aroma.

Fábrica de Chá do Porto Formoso

Recentemente recuperada, dispõe de agradáveis instalações. No final da visita à fábrica podemos tomar um chá na sala de chá ou, se o tempo convidar, no alpendre existente no exterior da Fábrica, desfrutando de uma bonita vista sobre a freguesia do Porto Formoso.

Paços do Concelho

Típico exemplar da arquitectura civil açoriana.

Parque Paraíso Infantil

Com uma pequena ponte, datada de 1520, tendo a poente a ponte de oito arcos, oitocentista, ex-libris da cidade. Nele se encontram umas antigas masmorras recuperadas, que são agora Posto de Turismo e Museu do Moinho.

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Estrela

Originalmente de traça manuelina, foi reconstruída com estilo barroco. Classificada de interesse público. Na sacristia apresenta um pequeno museu de arte sacra; tem no coro alto o Arcano (centenas de figurinhas representando 71 cenas do Antigo e Novo Testamento, modeladas entre 1836 e 1856 em farinha de arroz policromada e goma-arábica).

Igreja do Espírito Santo

Sem paralelo na ilha, na região e no próprio país, constitui um bom exemplo do carácter lúdico do barroco e do prazer em quebrar as regras convencionais. Dispõe de uma fachada convexa sem porta principal, mas com dois portais encimados por duas janelas. O interior, em contraste muito simples, é de duas naves gémeas separadas.

Igreja e Convento de São Francisco

Convertido em Hospital da Misericórdia e actualmente Centro de Saúde. Deste conjunto barroco foi poupado um sereno claustro.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Dispõe de um magnífico altar-mor e raríssimos dosséis nos púlpitos, em jacarandá rendilhado.

Casa Municipal da Cultura

Tem uma secção de etnografia, com a arte e ofícios tradicionais e o presépio movimentado, datado de 1915. Dispõe também de um núcleo museológico de azulejaria e cerâmica e, na capela, expõe-se a arte sacra. Possui um serviço de documentação e apoio a todas as colecções.

Fábrica de Cerâmica Micaelense

Possui uma ampla mostra de artesanato regional, desde peças em escama de peixe, mantas e tapetes, rendas e bordados, peneiras, sertãs de barro e vimes, para além das diversas peças em cerâmica produzidas na fábrica.

Teatro Ribeiragrandense

Encontra-se no centro da cidade este edifício, inaugurado em 1919 e recentemente restaurado.